A simples oração do Rosário marca o ritmo da vida humana

 

 

 

Hoje, desejo chamar a vossa atenção para o Rosário.
O Rosário é a minha oração predileta. Oração maravilhosa! Maravilhosa na simplicidade e na profundidade. Nesta oração repetimos muitas vezes as palavras que a Virgem Maria ouviu ao Arcanjo e à Sua prima Isabel. A estas palavras associa-se a Igreja inteira.

Pode dizer-se que o Rosário é, em certo modo, um Comentário-prece do último capítulo da Constituição Lumen Gentium do Vaticano II, capítulo que trata da admirável presença da Mãe de Deus no mistério de Cristo e da igreja. De fato, sobre o fundo das palavras "Ave Maria" passam diante dos olhos da alma os principais episódios da vida de Jesus Cristo.

Tais episódios dispõem-se no conjunto dos mistérios gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos, e colocam-nos em comunhão viva com Jesus através — poderíamos dizer — do Coração de Sua Mãe. Ao mesmo tempo, o nosso coração pode incluir nestas dezenas do Rosário todos os fatos que formam a vida individual ou familiar, a vida da nação, da Igreja e da humanidade. Acontecimentos pessoais e os do próximo e, de modo particular, daqueles que nos estão mais próximos, que temos mais no coração. Assim, a oração simples do Rosário marca o ritmo da vida humana.

 

 

 

João Paulo II
Trecho do Ângelus do domingo, 29 de Outubro de 1978 

© 2013 - Web Designer Fátima Carvalho Secundo - Todos os direitos reservados